A diva não morreu

Amy Winehouse foi uma mulher rebelde, passional e problemática. Por outro lado, foi também uma artista talentosa, inspiradora e tremendamente original. Há um ano, a maior diva dos últimos tempos deixava uma legião de fãs inconsoláveis: foi encontrada sem vida em seu apartamento, em Londres, vítima de um abuso excessivo de álcool. Apesar da vida conturbada, Amy deixou seu legado na história da música para sempre. Afinal, quem consegue ficar parado ao som de “Rehab”?


Fonte: Melz | Assessoria de imprensa – Manobra Radical

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s